segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Hobbies podem enriquecer seu currículo

Muitas pessoas não sabem disso. Mas determinados Hobbies podem enriquecer seu currículo profissional. 

Imagine, por exemplo, um selecionar do Recursos Humanos escolhendo currículos para preencher vagas de segurança pessoal. Ao analisar os currículos, ele encontra um informando que o candidato tem como hobby a prática de "artes marciais". Os demais currículos nada informam sobre hobbies ou os demais candidatos não praticam qualquer hobby neste seguimento.

Qual será uma das escolhas deste selecionador de Recursos Humanos? Coloque-se você no lugar dele: se eu preciso de alguém para fazer segurança pessoal, é de extrema importância que esse candidato domine técnicas de defesa e de ataque e um praticante de "artes marciais" reúne exatamente estas condições. Logo, a chance de ser escolhido se torna maior!  

Outro exemplo bem simples seria de candidatos à função de bombeiros para uma empresa. Entre os candidatos, algum informa que pratica como hobby "escalada" ou talvez "mergulho", As chances de escolha destes candidatos duplicam pelo simples fato de informarem a prática de um hobby.

Demos aqui dois exemplos muito simples, mas isso se aplica a praticamente todas as profissões. Convém lembrar que o profissional de Recursos Humanos é preparado para analisar com profundidade todas as informações curriculares dos candidatos que lhe são apresentados.

Então, seja qual for o seu hobby, não se esqueça de informá-lo no seu próximo currículo. Ele pode ser a chave para seu próximo emprego!

A propósito, segue abaixo um link de um artigo da "InfoMoney" que explica detalhadamente como alguns hobbies podem ajudar a você a conseguir um emprego. Vale a pena ler:


Grande abraço!

sábado, 28 de janeiro de 2017

Significado das palavras hobby e hobbies

Nossa segunda postagem pretende esclarecer duas dúvidas muito comuns: qual o significado das palavras hobby e hobbies e quais as formas corretas de escrever essas palavras.

Hobby e hobbies são duas palavras de origem britânica. A primeira é sua forma no singular; a segunda, sua forma no plural. 

Segundo alguns sites e blogs que se dedicam a informarem os significados e origens das palavras, a palavra hobby deriva de "hobyn", termo arcaico da língua inglesa que designava um "pequeno cavalo" ou "pônei". Mais tarde, aqueles cavalinhos de madeira com os quais as crianças se divertem foram chamados de "hobbyhorse' e, daí a palavra "hobby" foi se desenvolvendo até se transformar em um termo similar ao nosso passatempo. Dizemos "similar" porque nos parece que hobby tem alcance maior do que um simples passatempo.

Para nós, "passatempo" significa qualquer forma de se abstrair de nossas atividades cotidianas. Mas nem sempre significa ter prazer com um passatempo ou fugir do stress de nossa rotina diária. Aliás, alguns "passatempos" acabam trazendo mais stress, mesmo que não o percebamos. Quando não trazem problemas psíquicos de graves consequências. Um exemplo disso são aquelas pessoas que dedicam seu tempo livre a assistirem programas policiais nos quais as tragédias são exploradas ao máximo. Para elas são um passatempo, mas as consequências dessa atividade podem ser desastrosas. Outros passatempos podem ser perigosos, mas não vamos aqui citar todos eles. Cremos que o bom senso deve prevalecer na escolha de nossos passatempos, para não termos resultados contrários aos que procuramos obter. 

Portanto, escolher um bom passatempo, ou melhor, um hobby, pode ser a chave do sucesso para o bem viver, para a alegria e o prazer de desenvolver uma atividade que nos traga um bem físico e/ou psíquico.

É sempre muito bom desenvolver algum hobby que esteja ligado à ação e não à passividade. Um hobby que nos faça emissores e não simples receptores. Isso por que nos fará mais ativos e com a sensação de fazer algo útil a nós mesmos e muitas vezes a familiares e a terceiros. É nessa linha que surge a possibilidade de que um hobby venha a se transformar em uma fonte de renda alternativa.   

Imagine você estar fazendo algo de que gosta muito e sem custo ou até mesmo ganhando para isso!

E, de repente, você poderá estar vivendo de hobbies!





Como viver de hobbies


Um amigo, que gostava de fazer objetos de madeira, ao confeccionar uma casinha de bonecas para sua neta, chamou a atenção de vizinhos que tinham filhas e acabaram encomendando a confecção de algumas peças. Então ele descobriu naquele hobby uma bela fonte alternativa de renda.




Outro amigo tinha como passatempo de fim de semana a pescaria em pesqueiros. Sua paixão era a pesca de tilápia. Mas quem é pescador sabe que esse peixe é muito manhoso e, às vezes, se frusta ao voltar para a casa sem nenhuma fisgada. Então esse amigo desenvolveu um dispositivo simples para instalar na ponta da vara de pesca, que facilitava enormemente suas fisgadas. O dispositivo ficou tão popular, que ele resolveu fabricar vários deles para vender. E acabou, sem querer, descobrindo uma nova fonte renda.

Muitas pessoas, principalmente as mulheres, sentem enorme prazer em decorar peças pequenas de MDF e acabam fazendo dessa atividade uma bela fonte de renda, vendendo suas criações. Outras se dedicam ao crochê e aos bordados, outra, aos sabonetes artesanais. O elenco de atividades é infinito. A grande vantagem é: ganhar dinheiro fazendo o que gosta!

É disso que vamos tratar neste blog. Na medida do possível, indicando vídeos, matérias e cursos que possam ajudar as pessoas a escolherem atividades que lhe tragam prazer e que possam, ao mesmo tempo, se transformarem em belas fontes de rendas alternativas. E quiça, acabem se transformando em fontes de rendas exclusivas.

Grande abraço!