quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

ARTESANATO


Olá galera! Até agora falamos de dois hobbies específicos, quais sejam: dança e pesca. Específicos por quê? Porque embora existam variações de estilo ou modalidades, sempre serão o que o nome diz: pesca e dança! Simples assim.

Neste post, a coisa é um pouco diferente com relação ao hobby de que vamos tratar. Vamos aqui falar sobre um tema muito amplo, cujo conceito se aplica a muitos tipos de atividades, sem deixar de ser o que é. Estamos falando de ARTESANATO. Mas, só artesanato não é suficiente para identificarmos a que ramo pertence a nossa identificação. Na verdade, para esta identificação, o termo exige sempre um complemento: Por exemplo, temos artesanato em vidros e com vidros; artesanato em ferro e metais; artesanato em madeiras, em EVA, em barbante, em plástico, em cerâmica, em PVC, em tecido, em papel e papelão. E por aí vai. A lista é infindável e a cada dia surgem novos tipos e materiais de artesanato. Até garrafas pet's se prestam a esta atividade. 

Mas o que significa a palavra ARTESANATO? Assim como muitos de vocês, também ficamos curiosos e fomos pesquisar. Bom, de uma maneira bem simples, artesanato é o que o artesão faz (artesão+ato). Legal, mas e daí? O que quer dizer artesão? De onde vem a palavra? qual sua origem e seu significado? 

Também não ficamos contentes com a simples definição de artesanato e continuamos nossa pesquisa e, ao invés de escrevermos sobre o resultado, vamos transcrever estas informações, citando, é claro as respectivas fontes e seus links:

Artesão é um profissional que fabrica produtos através de um processo manual ou com auxílio de ferramentas. Sua profissão usualmente requer algum tipo de habilidade ou conhecimento especializado na sua prática. No período que antecede a Revolução Industrial a profissão está associada a produção de artesanato ou em pequena escala de bens e produtos, quando artesãos se associavam em guildas ou corporações de ofício. No contexto contemporâneo, o artesão é aquele que produz itens de carácter funcional ou decorativo, conhecidos como artesanato, a partir do qual ele obtém a sua renda.
Considerando a forma de produção, o artesão pode ser:
·         Artesão-artista: é aquele que por sua criatividade, originalidade, graciosidade e perícia produz peças que provocam profundo sentimento de admiração naqueles que as observam. Exemplos: talhadores, gravadores, escultores, pintor ingênuo (arte naif) etc.
·         Artesão-artesão: é aquele que trabalha em série, muitas vezes com ajuda de ferramentas e mecanismos rudimentares, produzindo dezenas de peças, centrado mais no aspecto utilitário das peças que produz que em despertar no observador o sentimento de beleza. Cerâmica ornamentada produzida manualmente com ou sem torno de pé.
·         Artesão semi-industrial: é aquele que trabalhando a partir de moldes ou e de outros processos semi-industriais reproduz dezenas de peças iguais. Ex: peças utilitárias de cerâmica produzidas de forma semi-industrial (tigelas, jarros, jóias, potes etc).


Poderíamos, eu diria, deveríamos, incluir no elenco o artesão hobista, ou seja, aquele que produz peças artesanais por simples deleite. Na realidade, atualmente muitos começam assim. 

Legal, mas ainda estava faltando algo, que acabamos encontrando no Dicionário Etmológico, ou seja, do ramo que estuda as origens das palavras e vejam o que achamos:

Origem da palavra arte
Do latim ars, que significa literalmente “técnica”, “habilidade natural ou adquirida” ou “capacidade de fazer alguma coisa”.
Com o passar do tempo, o termo latino ars passou a designar um tipo de técnica relacionada à produção de objetos com beleza estética, ou aquilo que é esteticamente agradável aos sentidos humanos. Surgia assim o conceito da “arte”.
A partir do termo ars, surgiram muitas outras palavras relacionadas com a arte, como “artista” ou “artesão”, este último derivado do italiano artigiano, que significava “aquele que faz algo manualmente”.
A arte é qualquer atividade humana ligada à estética, feita a partir de emoções, percepções e ideias, com o objetivo de estimular o interesse ou intrigar outras pessoas, além de criar uma discussão crítica sobre alguma coisa.
Mas ainda faltava algo... O latim é uma língua, ao que parece, derivada de outras línguas da antiguidade. Seu surgimento, ao que tudo indica pelas fontes pesquisadas, ocorreu de oito a nove séculos antes da Era Cristã. De forma que o latim "ars" se originou de outra palavra em outra língua. Depois de muito procurar, encontramos blog de um português radicado em Israel, que nos trouxe a seguinte informação, que transcrevemos sem qualquer alteração, a não ser ocultar o nome da consulente:

XXX, de Salvador da Bahia, pede-me a história das palavras “artesão” e “artesanato” e, se possível, a forma como se escrevem em sânscrito!   Imaginem.
A minha primeira reacção foi: “Ora, artesão e artesanato, vêm de arte, com certeza. E do latim, ars, segundo creio. A que propósito chega aqui o sânscrito? Que sei eu de sânscrito?”.  Claro que tinha que vir da língua-mãe “indo-europeia”, mas eu sei lá disso.
Mas tinha a obrigação de procurar de onde nos veio “ars” e foi isso que fiz.
Pois tem razão a nossa amiga artesã. No Indo-europeu, a raiz ar [é assim que se escreve no nosso alfabeto; em devanagário não sei], ar, dizia eu, significava unir, juntar.  Para se unir duas coisas é preciso habilidade.  Foi com essa acepção que chegou ao latim, e deste ao francês, de onde derivou para as outras línguas. Só em meados do século XVII foi a arte associada com a pintura, a escultura, etc.
Mas fazer com arte (arte + facere) é um artifício.  Hoje em dia quase tudo quanto usamos é artificial.
Não esqueçamos, porém, que tudo começou com o indo-europeu ar = juntar.  Para juntar os ossos temos as articulações, que juntam e ajudam a movimentar.
A não ser, lagarto-lagarto, que estas sofram de artrite.


Vale a pena visitar o blog. Muita coisa interessante por lá.


E para complementar, sugerimos que consultem o site CONCEITOS.COM em Artesanato - Conceito, o que é? Significado. Segue o link:


Bom, por ora achamos que basta. Nos próximos posts falaremos sobre algumas atividades artesanais, começando provavelmente por uma das mais antigas do mundo, que é a cerâmica.

Como vimos, viver de hobbies também é cultura... em todos os sentidos.

Abraços e ... até mais.
  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Qualquer comentário que atente contra a moral e os bons costumes, ou que tenham caráter difamatório ou preconceituoso será excluído.